Violência na Bahia: Polícia mata uma pessoa por dia

CLÁUDIO HUMBERTO

Os Autos de Resistência (AR) na Bahia revelaram que a polícia local matou 267 pessoas de janeiro a agosto deste ano. O número equivale a 244 dias, ou seja, uma morte por dia.

Os dados são da Coordenação de Documentação e Estatística Policial (Cedep), que faz parte da Secretaria de Segurança Pública (SSP) e mostram ainda um crescimento de 58,9% de casos de “resistência seguida de morte”, quando comparado com o mesmo período do ano passado.

Só no primeiro semestre, o estado alcançou a marca de 191 óbitos em AR, o que equivale a uma taxa de 2,73 mortes por cada 100 mil habitantes. O número é maior que o registrada nos estados de São Paulo (1,16) e Rio de Janeiro (2,68). (Coluna de Cláudio Humberto)

Notícias Relacionadas