MP do Maranhão denuncia 12 por assassinato do jornalista Décio Sá

CLÁUDIO HUMBERTO

O Ministério Público do Maranhão denunciou 12 pessoas acusadas de participar do assassinato do jornalista Décio Sá. Entre eles estão dois policiais civis, um policial militar, dois empresários e um advogado.

Outras sete pessoas já estão presas por conta do crime, inclusive o autor dos disparos e os dois empresários que seriam os mandantes do crime. Três conseguiram o direito de responder em liberdade e dois estão foragidos.

Sá foi morto a tiros em 23 de abril em um bar na avenida Litorânea, em São Luís. (Coluna de Cláudio Humberto)

Notícias Relacionadas