Mulher que se diz ‘marido de Dilma’ ronda novamente o Palácio do Planalto

CLÁUDIO HUMBERTO

Após ser detida na semana passada ao tentar invadir o Palácio do Planalto, Edmeire Celestino da Silva, 29, foi abordada novamente nesta terça-feira (18), ao se aproximar do Palácio da Alvorada, residência oficial da Presidência. Anteriormente, Edmeire tentou subir a rampa do Planalto dizendo ser “marido da presidenta Dilma”.

Após o episódio, ela foi levada a um hospital de Brasília. Segundo o coronel Hamilton Lima da Rocha Calado Júnior, do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência, após identificar Edmeire hoje, a segurança do Palácio chamou a Polícia Militar do Distrito Federal por precaução, mas ela não causou tumulto.

“Ela estava em área comum, onde ficam os turistas. Diante da postura dela, que não adotou nenhuma atitude hostil, os policiais não a retiraram, mas em pouco tempo ela saiu do local”, disse o coronel Hamilton. (Coluna de Cláudio Humberto)

Notícias Relacionadas