Atentado a bomba em reação a filme mata 12 no Afeganistão

CLÁUDIO HUMBERTO

Um atentado a bomba matou nesta terça-feira (18) 12 pessoas em Cabul, capital do Afeganistão. Assumido pelo grupo Hezb e Islami, o ato foi realizado em vingança contra a divulgação do filme americano que satiriza o profeta Maomé e o islamismo.

De acordo com o porta-voz da organização, Zubair Sidiqi, uma mulher integrante do grupo foi a responsável por executar o atentado. Entre os mortos, estão oito sul-africanos que trabalhavam em uma companhia de aviação privada.

Por meio de comunicado, a polícia afegã afirmou que o atentado aconteceu pela manhã, com a explosão de um carro. O Hezb e Islami é considerado o segundo grupo mais importante entre os radicais afegãos, depois dos talibãs. É liderado por Gulbuddin Hekmatyar, ex-chefe da resistência à invasão soviética (1979-1989) no país. (Coluna de Cláudio Humberto)

Notícias Relacionadas