Surto de meningite faz vacina ser disputada a R$ 200 em cidade do Maranhão

O Ministério da Saúde enviou 22 mil doses de vacina contra a meningite A e C ao Maranhão na tentativa de conter o surto da doença no estado. O último balanço da Secretaria de Saúde aponta 34 notificações de meningite C, sendo nove casos confirmados, além de cinco mortes.

Com o surto, a procura por vacinas cresceu e o preço cobrado no mercado clandestino passou a ser de R$ 200 por cada dose.

De acordo com o ministério, uma equipe técnica de vigilância já está no Maranhão e investiga casos de meningite em cinco municípios da região sul do estado – Sambaíba, Loreto, São Raimundo das Mangabeiras, Balsas e Feira Nova do Maranhão.

A orientação é que pessoas que tiveram contato com pessoas infectadas ou vivem em áreas de surto sejam medicadas com antibiótico rifampicina. A indicação é que o uso seja feito logo nas primeiras 48 horas. O governo do Maranhão, segundo o ministério, tem estoque suficiente do medicamento para atender à população do estado.

“Essas ações são a forma eficaz de evitar a propagação de novos casos entre pessoas que tiveram esse contato próximo ao paciente infectado impedido a expansão do surto”, informou a pasta, por meio de nota.

Um helicóptero de resgate do Grupo Tático Aéreo chegou ao município de Balsas para auxiliar nas ações de enfrentamento à meningite. A aeronave, equipada com uma miniunidade de terapia intensiva fará o transporte de pacientes com quadro clínico que exija remoção imediata e seguirá para a cidade de Imperatriz.

Notícias Relacionadas