Papa Bento XVI apela por ‘paz’ e ‘justiça’ no Oriente Médio

AGÊNCIA ANSA

Beirute – O papa Bento XVI pediu “justiça” e “paz” ao Oriente Médio, em uma missa celebrada neste domingo em Beirute, no Líbano.

De acordo com ele, é “urgente” a necessidade de oferecer “justiça e paz a um mundo em que a violência não cessa”, e os cristãos devem contribuir para que “todos possam viver pacificamente e com dignidade”.

“O serviço [de paz] é um elemento constitutivo da identidade dos discípulos de Cristo”, declarou Bento XVI, diante de 350 mil pessoas que compareceram ao Beirut City Center Waterfront.

“Caros irmãos e irmãs, peço particularmente ao Senhor para conceder à região do Oriente Médio servidores de paz e de reconciliação, de modo que todos possam viver pacificamente e com dignidade. É um testemunho essencial que os cristãos devem dar, em colaboração com todas as pessoas de boa vontade”.

Durante a cerimônia, o Papa entregou às autoridades religiosas locais a Exortação Apostólica Pós-sinodal para o Oriente Médio, elaborada em 2010 no Vaticano.

Bento XVI também chegou a comentar os conflitos na Síria, afirmando que os países árabes precisam propor soluções práticas para o fim dos ataques. Ontem ele já havia tocado no assunto, contando que está “triste” e “lamenta” pela situação.

O Papa chegou sexta-feira ao Líbano para uma visita oficial de três dias, que encerra nesse domingo. Essa foi a 24ª viagem internacional do Pontificado de Bento XVI.

AnsaLatina

Notícias Relacionadas