Motorista que atropelou grupo no Ibirapuera é preso em flagrante

O motorista que dirigia um Palio que furou um bloqueio da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) reservado para participantes de uma corrida e atropelou pelo menos sete pessoas, na manhã deste domingo (16), na região do Parque Ibirapuera, na Zona Sul de São Paulo, foi preso em flagrante por tentativa de homicídio por dolo eventual. Segundo o delegado Emílio Pernambuco, do 27º Distrito Policial, no Campo Belo, ele assumiu o risco de matar ao desrespeitar as leis e a sinalização de trânsito e dirigir acima da velocidade permitida.

O motorista Ricardo Gonçalves dos Santos, de 32 anos, que é motoboy, disse que tudo não passou de “um simples acidente”, e alegou que foi fechado por um outro carro. Santos afirmou que não teve culpa – ele se submeteu ao teste do bafômetro, que deu negativo.

“Fui o primeiro a ser atingido pelo Palio. Ele veio com tudo para cima da grade de proteção, a derrubou e meu atropelou, machucando meu braço esquerdo. Acho que dava para ele ter freado. Vi quando o carro acertou uma senhora e a arremessou longe de onde eu estava”, disse o bancário André Braga Araújo Pinto, de 24 anos, uma das vítimas do atropelamento e participante da corrida. (G1)

Notícias Relacionadas