Governo conclui sindicância sem punir corrupção na Casa da Moeda

Luiz Felipe Denucci, ex-Casa da Moeda e Guido Mantega, chefe e amigo
Luiz Felipe Denucci, ex-Casa da Moeda e Guido Mantega, chefe e amigo
CLÁUDIO HUMBERTO

O Ministério da Fazenda encerrou, sem apontar punir nem inocentar qualquer pessoa, a sindicância criada para apurar denúncia de corrupção na Casa da Moeda.

A sindicância foi instaurada há seis meses, após o jornal Folha de S. Paulo revelar que o então presidente da Casa da Moeda, Luiz Felipe Denucci, havia constituído “offshores” em paraísos fiscais que supostamente receberam US$ 25 milhões de comissão de empresas fornecedoras do órgão.

O Ministério da Fazenda se recusou a encaminhar o resultado da comissão ao Congresso, segundo revela o jornal neste domingo. Denucci foi demitido quando o amigo e protetor Guido Mantega descobriu que o jornal publicaria o caso. (Coluna de Cláudio Humberto)

Notícias Relacionadas