Venezuela: Deputado diz que vídeo de suposto suborno é um ‘show’

AGÊNCIA ANSA

Caracas – O deputado venezuelano da oposição, Juan Carlos Caldera, qualificou como um “show” o vídeo em que aparece recebendo um “suposto suborno”.

“Deputados partidários do governo armaram um show, no qual dizem que eu supostamente recebi um suborno. Trata-se de uma gravação profissional, com três ou quatro câmeras instaladas”, disse o parlamentar durante uma coletiva de imprensa.

Leia também:

Após a divulgação do vídeo, Caldera, um dos colaboradores mais próximos do candidato à presidência Henrique Capriles, foi afastado do partido Primeiro Justiça e disse estar disposto a abrir mão da “imunidade parlamentar”, caso ocorra uma investigação judicial.

Caldera, no entanto, admitiu ter recebido 40 mil bolívares (cerca de R$ 18,8 mil) do empresário Wilmer Ruperti, como apoio à sua campanha nas eleições regionais para a prefeitura de Sucre, previstas para 15 de dezembro.

Ele afirmou que a conversa exibida no vídeo ocorreu com Luís Peña, assistente de Ruperti, e que a gravação teve como objetivo “manchar a candidatura de Capriles, a poucas semanas do pleito presidencial”.

AnsaLatina

Notícias Relacionadas