Brasileira mata marido em Portugal com tiro de espingarda

O brasileiro Léomagno Aparecido, de 23 anos, foi morto na sexta-feira (14), em Almada, em Portugal, onde vivia. O jornal português “Correio da manhã” divulgou o caso na sexta-feira. A esposa, também brasileira, Léia Oliveira, 33 anos, matou o marido com um tiro de espingarda, segundo o jornal. O crime teria ocorrido em uma praça em frente à casa de Registo Civil de Almada, cidade da província de Setúbal. A esposa, de acordo com o “Correio da manhã”, se entregou à polícia logo depois do crime e está detida.

A família de Léomagno disse ao G1 neste sábado (15) que a esposa cometeu o crime por não aceitar o divórcio pedido pelo marido.

Léomagno é natural de Gonzaga (MG), mesma cidade onde nasceu Jean Charles de Menezes, morto em 2005 em Londres, pela polícia inglesa. Léia, segundo a família, é de Belo Horizonte. Os dois teriam se conhecido em Portugal, onde ele trabalhava como operário da construção civil. (G1)

Notícias Relacionadas