Brigitte Bardot: ‘Sou mais macho que muito homem’

Brigitte Bardot em Paris, em 2001 (Getty Images)
Brigitte Bardot em Paris, em 2001 (Getty Images)
Numa involuntária paráfrase da música Pagu, de Rita Lee, a ex-diva do cinema francês Brigitte Bardot declarou que é mais macho que muito homem à revista Vogue Hommes International que chega ao mercado nesta quinta-feira. “Sempre fiz o que quis”, afirmou Bardot, que completa 77 anos no próximo dia 28. “Poderiam me tomar como exemplo. Sempre assumi o que fiz ou o que disse”, afirmou a atriz, que hoje tem como principal ocupação a defesa dos animais.

Falando de sua época de artista, Brigitte deu uma de modesta, afirmando que era feia. “Tentava ficar o mais bonita possível e, ainda assim, me achava feia. Para mim, custava muito sair e me mostrar. Tinha medo de não estar à altura do que se esperava de mim.”

Ainda assim, reconheceu que tinha poder de sedução, coisa que agora não a interessa mais. “Na minha idade, não quero seduzir nada nem ninguém”, disse a atriz, que também admitiu ter sido “esmagada” pela fama. “Ninguém pode imaginar até que ponto foi espantoso. Um calvário. Já não podia viver daquele jeito.”

A difícil relação com o sucesso explica em parte o sumiço da atriz, que diz hoje só aspirar à solidão. Outro motivo é o estado atual do mundo, que não a agrada. “Como sou de natureza contemplativa, a solidão me cai muito bem”, concluiu. (Veja)

Notícias Relacionadas

1 Comentário

  1. Vicente de Paula

    Brigitte Bardot, até hoje, me desmancha de prazer. Lembro de um sábado, sessão vespertina no cine Marabá, na esquina da Ipiranga com a São João, assistindo E Deus Criou a Mulher, dirigido pelo seu segundo marido Roger Vadin. Nunca cena simples, Brigitte sai nua do banheiro e se envolve numa toalha de banho. Pra quê? O cinema inteiro se masturbou. Uma loucura coletiva! Há mais ou menos 32 anos, quando cheguei a Salvador, assistimos esse mesmo filme na televisão da redação do Jornal da Bahia. Rafael Pastore, então secretário do jornal, já bombado por algumas doses de uisque, saiu com uma inesquecível: ‘Taí uma xoxota que sou capaz de barbarizar mesmo que tenha 100 anos’. Gargalhadas geral, claro!

Comentários estão suspensos