Senadora Marta Suplicy será ministra pela segunda vez

Agência Brasil

Brasília – Na próxima quinta-feira (13), a senadora Marta Suplicy (PT-SP) assumirá pela segunda vez o cargo de ministra de Estado. No governo Lula, Marta chefiou a pasta do Turismo de 2007 a 2008, e enfrentou o chamado “apagão aéreo”, com problemas diversos nos principais aeroportos do país. Ela deixou o ministério para disputar a prefeitura de São Paulo, cargo que já havia ocupado, mas foi derrotada nas urnas pelo atual prefeito Gilberto Kassab e agora substituirá Ana de Hollanda no Ministério da Cultura.

A paulistana Marta é formada em psicologia pela PUC de São Paulo, mestre em Psicologia Clínica pela Michigan State University e pós-graduada na Stanford University. Ela ganhou notoriedade apresentando um quadro sobre sexo no programa TV Mulher, na década de 1980.

É filiada ao PT desde 1981, partido pelo qual foi deputada federal. Como deputada, de 1995 a 1998, Marta foi uma das primeiras a apresentar propostas legislativas para o reconhecimento dos direitos dos homossexuais. É dela o projeto apresentado em 1995 que estabelece pela primeira vez a união entre pessoas do mesmo sexo. A proposta até hoje não foi aprovada pela Câmara.

Em 2000 Marta foi eleita prefeita da cidade de São Paulo, com 3.248.115 votos, substituindo a Celso Pitta.

Eleita para o Senado em 2011, Marta Suplicy é a atual vice-presidenta da Casa.

Marta foi casada durante 36 anos com o economista e senador Eduardo Suplicy (PT-SP), com quem teve três filhos: Eduardo, André e João. Aos 67 anos, Marta tem e cinco netos: Téo, Bernardo, Maria Luíza, Laura e Felipe.

Notícias Relacionadas