‘Obscenidades’ suscitam debate do Código Penal

CLÁUDIO HUMBERTO

Diante do esculacho de Miguel Reale Júnior sobre o projeto de reforma do Código Penal que tramita no Senado, classificando-o com toda razão de “obscenidade sem conserto”, o senador Sérgio Souza (PMDB-PR) apresentou requerimento convidando o jurista para dizer, pessoalmente, aos membros da comissão especial que aprecia a matéria, o que pensa sobre o projeto de lei.

Está tudo dominado – Uma das mais conhecidas obscenidades do novo Código Penal é o abrandamento ainda maior da legislação sobre consumo de drogas.

Meca das drogas – Com legislação que favorece o uso de drogas, o Brasil virou o segundo maior consumidor de cocaína e o maior de crack, em todo o planeta.

Cinismo ’liberal’ – A alegação “liberal” sobre uso de drogas é que a “lei repressiva” não acabou com o problema. Nem com homicídios, assaltos, seqüestros… (Coluna de Cláudio Humberto)

Notícias Relacionadas