Corinthians surpreende o Grêmio e vence por 3 a 1 no Pacaembu

São Paulo – Tentando subir na tabela, o Corinthians recebeu o Grêmio na noite deste sábado (8) pelo Campeonato Brasileiro e venceu pelo placar de 3 a 1 no Pacaembu. O resultado levou o Timão a 31 pontos, terminando o sábado na nona posição da tabela. Já o Tricolor gaúcho, com 44, permanece em terceiro.

Aos dois minutos, Zé Roberto recebeu a bola e bateu com perigo contra a meta de Júlio César. Na primeira boa chance corintiana, veio o gol. Martínez fez o cruzamento da linha de fundo para Guilherme bater e exigir a defesa de Marcelo Grohe. O rebote ficou com Ralf, que conseguiu espaço para o arremate, direto para o gol.

O Tricolor gaúcho tentou reagir na cobrança de falta de Elano, mas a bola acabou indo sem direção. O Timão respondeu novamente com gol. Guilherme fez a tabela com Edenílson e ficou de frente para mandar o chute sem chances de defesa para Marcelo Grohe.

Elano arriscou novamente na cobrança de falta e mandou a bola em cima da barreira. Depois, Fernando tentou o chute que Júlio César desviou para escanteio. O Grêmio teve de partir para uma mudança tática com a entrada de Marquinhos no lugar de Souza.

Guilherme arriscou o chute aos 23, que acabou longe do gol. Depois, mais uma chance corintiana, quando Martínez ganhou da defesa e mandou o chute por cima do travessão de Marcelo Grohe. Aos 32, foi a vez de Marquinhos tentar o chute, defendido por Júlio César. Zé Roberto, aos 36, bateu falta por cima da meta corintiana.

Aos 39, Martínez fez o passe para Romarinho, mas a bola acabou voltando para o jogador do Timão na intervenção de Werley. O argentino foi para o chute que acabou defendido pelo arqueiro gremista. Os minutos finais viram um jogo bastante equilibrado, com muita movimentação e disputa pela bola.

O segundo tempo começou truncado, com as duas equipes disputando fortemente a posse de bola. Aos cinco minutos, Pará cruzou para André Lima completar, sem conseguir colocar a bola na direção do gol corintiano. Depois, Kléber teve a chance da jogada, mas acabou desarmado por Ralf.

O Grêmio diminuiu o placar aos 13, quando Pará cruzou a bola e Marquinhos apareceu sem marcação, ajeitando para Leandro apenas ter o trabalho de empurrar a bola dentro das redes.

Marco Antônio bateu para o gol rasteiro e Júlio César teve de trabalhar para evitar o gol de empate do Tricolor. Aos 16, Danilo arriscou de longe e mandou sem direção. Depois, Guilherme cruzou para Ralf bater pela linha de fundo.

Werley apareceu para tentar empatar a partida e Júlio César fez nova defesa. Aos 25, Kléber chutou e mandou por cima do gol corintiano. A pressão era toda gremista, com o Timão não conseguindo se impor em campo como na etapa inicial.

Elano bateu falta aos 31 e Júlio César saltou para espalmar. O Corinthians respondeu no minuto seguinte no chute de Edenílson, que desviou na zaga e levou perigo para Marcelo Grohe. Os dois times apostavam no toque de bola para conseguir chegar com perigo ao ataque depois dos 30 minutos.

Romarinho chegou com perigo aos 41, mas acabou desarmado pela defesa gremista. Aos 45, Giovanni arriscou de pé direito e mandou um forte chute que Marcelo Grohe não conseguiu defender, aumentando o placar.

O Corinthians visita a Ponte Preta na próxima rodada, enquanto o Grêmio recebe o Náutico.

Corinthians 3 x 1 Grêmio

Local: Paulo Machado Carvalho, (Pacaembu), São Paulo (SP)

Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ);
Assistentes: Márcio Eustáquio S. Santiago (FIFA-MG) e Rodrigo F. Henrique Correa (RJ);
Assistentes adicionais: Eduardo Cordeiro Guimarães e Leonardo Garcia Cavaleiro (ambos do RJ);

Corinthians: Júlio César; Alessandro, Paulo André, Wallace e Fábio Santos; Ralf, Guilherme (Guilherme Andrade) e Danilo; Martínez (Giovanni), Romarinho (Adílson) e Edenílson
Técnico: Tite.

Grêmio: Marcelo Grohe; Edilson, Werley, Gilberto Silva e Pará; Fernando (Marco Antônio), Souza (Marquinhos), Elano e Zé Roberto; Kléber e André Lima (Leandro).
Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

Gols: Ralf (COR) aos 6, Guilherme (COR) aos 10 do primeiro tempo, Leandro (GRE) aos 13, Giovanni (COR) aos 45 do segundo tempo

CA: Zé Roberto e André Lima (GRE); Danilo, Alessandro, Ralf, Martínez e Guilherme (COR)

Notícias Relacionadas