Irresponsabilidade e propaganda enganosa da TWB irritam Agerba

A bagunça generaliza causada pela TWB no sistema ferryboat humilha os baianos
REDAÇÃO DO JORNAL DA MÍDIA

A negligência, a irresponsabilidade e a propaganda enganosa da TWB, que prometeu colocar seis embarcações para operar no sistema ferryboat neste feriadão, irritaram o diretor-executivo da Agerba, Eduardo Pessoa. Com milhares de pessoas tentando embarcar para a Ilha de Itaparica em filas que duravam até oito horas, a TWB insistiu em divulgar nos veículos de comunicação que “tudo estava bem”, apesar do tumulto e constrangimento de usuários no Terminal de São Joaquim.

“A TWB está operando o ferryboat de forma calamitosa e o Estado vai agir contra essa empresa que não tem condição de prestar serviço aos baianos”, desabafou Eduardo Pessoa.

O diretor da Agerba garantiu que vai multar a concessionária, que continua descumprindo o contrato de concessão e fazendo o que quer no sistema ferryboat. Além de expor os usuários contantemente a risco, com embarcações trafegando sem a menor condição, a TWB difunde notas que não correspondem à verdade em veículos de comunicação para atrair passageiros, mesmo sabendo que não tem condições de atendimento devido à situação precária dos ferries.

Se fosse realmente uma empresa responsável e com compromissos com os baianos, o mínimo que a TWB deveria ter feito era informar à população sobre a situação real e caótica do sistema, para que os usuários buscassem outras alternativas de transporte. Mas a TWB, como é do conhecimento público, só visa faturar e quer tirar dos baianos o máximo que puder, nesses últimos dias que vai passar à frente do sistema ferryboat.

A saída da TWB da Bahia é irreversível, queiram ou não os seus donos e alguns setores do governo da Bahia. Na última quarta-feira o JORNAL DA MÍDIA foi seguramente informado que a empresa paulista estaria articulando uma ação para tentar atacar Eduardo Pessoa, diretor da Agerba, em uma campanha cujo objetivo seria “mostrar os erros” que o titular da agência teria praticado ao deflagrar o processo de extinção do contrato de concessão da TWB com o Estado, assinado em 2006.

Paralelamente, seriam divulgadas matérias na imprensa, não se sabe se pagas ou não, para tentar passar para a opinião pública e para o governo que o dirigente da agência de regulação é um perseguidor. Isto, aliás, de alguma forma já começou a ser feito. Recentemente, um jornal de Salvador, em editorial, fez duríssimas críticas ao diretor da Agerba. Só faltou dizer que a TWB era uma empresa exemplar. Convenhamos, é preciso muita coragem para defender a TWB.

Pinto dos Santos, dono da TWB, mandava e desmandava dentro da Agerba. Perdeu as regalias, o tráfico de influência e está inconformado. Acha agora que é perseguido pelo diretor da Agerba. Quem olha aí essa carinha de Pinto não acredita que este senhor seja dono de tanta arrogância e prepotência. Mesmo quando a bola está murcha...
A concessionária paulista, que sucateou completamente o patrimônio público, causando um enorme prejuízo ao Estado, se acha vítima agora de perseguição. A empresa das três letrinhas, que antes fazia tráfico de influência aberto dentro da Agerba, com direito a ameaçar e até demitir servidores da casa e que é acusada de praticar fraudes contra o Estado, alega que está sendo perseguida. Que perseguição é essa? Defender o patrimônio público é perseguição? Acabar com o domínio da TWB dentro da Agerba, que às vezes resultava em prática de atos ilícitos envolvendo a autarquia, é perseguição?

O desespero tomou conta da TWB. Literalmente. A empresa, que é uma unanimidade em termos de serviço da pior qualidade e que é odiada pela opinião pública, estaria com outra estratégia, também já montada, esta a nível judicial, para mostrar que, com a “perseguição” do diretor da Agerba a ela, o Estado terá um enorme prejuízo, como desembolso de R$ 170 milhões. Uma brincadeira, mas é verdade. Realmente, é o desespero, o choro de quem tanto prejudicou e humilhou os baianos nos últimos sete anos.

O choro faz sentido, convenhamos. O leite das tetas acabou para essa turma que tanto sugou por aqui, sem nada destinar à população. Afinal, são R$ 70 milhões por ano. Foi o últmo feriadão para os espertos encherem os bolsos.

Os dias da TWB estão contados. Segunda-feira em diante será anunciada a nova empresa que vai assumir as operações do sistema ferryboat em caráter emergencial. O dono da TWB, o paranaense Pinto dos Santos, conhecido por sua arrogância e destempero, vai ter que chorar muito no pé do Caboclo, no Campo Grande. Sozinho. Os “acionistas” da companhia por aqui abandonaram o barco furado.

Notícias Relacionadas

4 Comentários

  1. Gerônimo

    Uma vergonha o governo tinha que ter expulsado a TWB antes do feriado. Levei uma vida na fila e ainda entrei num navio que levou uma uma hora e meia. mandem esses caras para o inferno que é melhor.

  2. Fedegoso

    O poder de influência naquelas bandas é uma enormidade. E muito grande. E deu certo contra um diretor de fiscalização que não quis negócio com o Pinto que o jurou de mandá-lo pro saco. O diretor durou dois ou três meses. Um deputado aproveitou a situação e cobrou o cargo para o seu filho. E o pôs lá. Agora não, os tempos são outros. Eh! Vamos fazer umas continhas? Eh!…Os dias estão passando e nada da empresa bater em retirada. Essa novela anda muito esticada, não? Acho que…tem é muito trololó pro meu gosto.

  3. Lenise Ferreira

    É isto aí FEDEGOSO, tem muito ti ti ti neste processo. A PGE esta protelando não sei mais o que. Quero ver quem responderá no caso de uma tragédia????

    SRS. POLÍTICOS VAIDOSOS, SR GOVERNADOR, a BAHIA é um berço histórico de imensa importância em todo o PAÍS, sediará jogos da COPA. Imagine o que causará uma tragédia na mídia nacional e mundial. Vcs estão esperando o que? MAIS PROPAGANDAS NEGATIVAS???

    O DIRETOR EXECUTIVO da AGERBA EDUARDO PESSOA conta com todo APOIO da SOCIEDADE CIVIL e de diversas ENTIDADES representativas a exemplo da ASSOCIAÇÃO COMERCIAL DE VERA CRUZ, aqui representada por mim.

    Estou organizando um protesto para deixar claro que NÃO QUEREMOS MAIS ESTA EMPRESA AQUI NA BAHIA.
    Chega!!!!! de tanto sofrimento, irresponsáveis !!!

  4. MANOEL DIAS LOBO

    A POLÍCIA QUE TAVA NO TERMINAL DE BOM DESPACHO ONTEM PARA AGREDIR OS USUÁRIOS REVOLTADOS COM A ESCULHAMBAÇÃO DEVIA ERA PRENDER ESSES CARAS DA TWB. TOMEM VERGONHA SEUS SEU SAFADOS…

Comentários estão suspensos