Bancada do PT tenta livrar Bacelar do processo de cassação

LAURO JARDIM

Alvo de processo no Conselho de Ética da Câmara por comprar emendas parlamentares, o deputado baiano João Carlos Bacelar (PR), quem diria, foi favorecido nesta semana pela proteção da bancada do PT no colegiado. O Conselho deveria decidir sobre a abertura de processo de cassação contra Bacelar e Marcos Medrado (PDT-BA), que admitiu ter vendido emendas ao colega.

Relator da representação contra Medrado, Ricardo Izar (PSD-SP) apresentou parecer para abrir processo contra o “vendedor” de emendas. Já o petista Sibá Machado, relator do pedido contra Bacelar, apresentou voto para arquivar a acusação contra o “comprador” de emendas.

Diante do impasse e com a maioria dos integrantes do colegiado disposta a livrar Bacelar, coube ao tucano Antonio Carlos Mendes Thame pedir vista para evitar que o caso fosse arquivado. A decisão foi adiada para o próximo dia 18. (Radar On-line)

Notícias Relacionadas