Palmeiras vence Sport por 3 a 1 e respira no Campeonato Brasileiro

A vitória por 3 a 1 sobre o Sport, nesta quinta-feira, no Pacaembu serviu para o Palmeiras subir um pouco na tabela do Campeonato Brasileiro (Foto: Palmeiras/Divulgação)
São Paulo – O Palmeiras recebeu o Sport em confronto direto na luta contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro nesta quinta-feira (6) e conseguiu cumprir sua missão vencendo pelo placar de 3 a 1. O Verdão sobe para a 17ª colocação, não deixa a zona de rebaixamento com os 20 pontos conquistados, mas fica a dois pontos do Coritiba, que ocupa o 16º lugar. O Sport, com 19, cai para a 18ª e antepenúltima posição.

Rivaldo arriscou contra o gol de fora da área no começo da partida, mas longe da meta de Bruno. Aos quatro minutos, Tiago Real recebeu cruzamento na direita e tentou alçar a bola na área, mas ninguém chegou para tocar para o gol.

Os dois times brigavam pela posse de bola e pela iniciativa do jogo. Luan, aos sete minutos, arriscou de longa distância e Magrão defendeu. O Verdão tinha mais posse de bola, mas o Sport marcava bem as jogadas palmeirenses.

Luan tentou novamente de fora da área e Magrão ficou com a bola. Aos 25, Obina foi lançado na área, ficou de cara para o gol, mas acabou acertando a trave. A pressão palmeirense se intensificava, deixando a equipe recifense sem alternativas para atacar.

Aos 33, o Palmeiras chegou novamente e Tiago Real bateu para a defesa de Magrão. O Sport teve chance em cobrança de falta de Bruno Aguiar, que foi por cima do gol. Nos acréscimos, Felipe Azevedo completou cruzamento de cabeça e Bruno saltou para espalmar a bola.

Luan recebeu sem marcação de Valdívia no começo do segundo tempo e acertou o lado de fora da rede do gol de Magrão. Aos cinco minutos, o Palmeiras teve chance em cobrança de falta, que acabou nas mãos do arqueiro do Sport.

Aos sete minutos, Corrêa abriu o placar. O volante palmeirense bateu de fora da área, Magrão tentou a defesa, mas a bola passou por debaixo de seu corpo e foi morrer no fundo das redes.

Na sequência, Felipe Azevedo recebeu de Moacir e acabou errando no chute, deixando a bola para Bruno defender. O atacante do Sport voltou a tentar, desta vez de fora da área, aos 13, sem obter sucesso. O time visitante tentava sair para o ataque, mas seguia parando na marcação palmeirense.

Quando tentou de longa distância, chegou ao empate. Rivaldo mandou a bola de fora da área e ela bateu no travessão antes de entrar no gol.

O Palmeiras logo reagiu e marcou o segundo com Tiago Real. Após troca de passes, Luan cruzou para o meia dominar e bater forte sem dar chance de Magrão defender.

Obina foi lançado, invadiu a área e bateu para o lado de fora da rede. Pouco depois, ele não errou, ao receber sem marcação passe de Tiago Real, e fez o terceiro do Palmeiras..

O Sport foi ao ataque para tentar diminuir a desvantagem e Willian Rocha perdeu chance aos 30 minutos ao finalizar de cabeça contra a meta de Bruno. O Palmeiras conseguia esfriar o ritmo de jogo e conduzir a partida para administrar o resultado.

Gilberto recebeu na área aos 38 e mandou o chute que passou perto da meta palmeirense. Depois, Maikon Leite tentou o arremate que acabou parando na defesa do Sport. Aos 41, Valdívia bateu falta que acertou a trave de Magrão.

Nos acréscimos, Maikon Leite pegou de primeira e Magrão defendeu. O Palmeiras tocava a bola e assim administrou o resultado.

Na próxima rodada, o Palmeiras joga fora de casa contra o Atlético-MG. O Sport pega o Cruzeiro em Recife.

Ficha Técnica

Palmeiras 3 x 1 Sport

Local: Paulo Machado de Carvalho, (Pacaembu), São Paulo (SP);

Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (Fifa/RJ);

Assistentes: Cristhian Passos Sorence (GO) e Ediney Guerreiro Mascarenhas (RJ);

Palmeiras: Bruno; Corrêa, Mauricio Ramos, Thiago Heleno e Juninho; Henrique, João Vitor (Artur), Tiago Real (Márcio Araújo) e Valdivia; Luan (Maikon Leite) e Obina.

Técnico: Luiz Felipe Scolari.

Sport (PE): Magrão; Welton, Bruno Aguiar, Diego Ivo e Willian Rocha; Tobi, Rivaldo, Moacir (Willians) e Hugo; Gilsinho (Henrique) e Felipe Azevedo (Gilberto).

Técnico: Waldemar Lemos.

Gol: Corrêa (PAL) aos 7, Rivaldo (SPR) aos 15, Tiago Real (PAL) aos 17, Obina (PAL) aos 22 do segundo tempo

CA: Willian Rocha, Diego Ivo, Hugo e Rivaldo (SPR); João Vitor, Henrique e Thiago Heleno (PAL)

Notícias Relacionadas