Campanha de José Serra é vítima dos próprios erros

CLÁUDIO HUMBERTO

Segue ladeira abaixo a campanha do candidato do PSDB à prefeitura de São Paulo, José Serra, e suas escolhas justificam o drama atual, a menos de um mês da eleição. Serra é acusado de escolher meia dúzia de candidatos a vereador elitistas para prestigiar, provocando a debandada da maioria, sobretudo nas zonas sul e leste. Quase todos passaram a apoiar Celso Russomano (PRB), líder nas pesquisas.

Má escolha – Outro alvo de críticas a Serra é seu vice, Alexandre Schineider (PSD), que não tem votos e somou sua rejeição a do prefeito Gilberto Kassab.

Desconstrução – Em segundo nas pesquisas, com viés de baixa, Serra adotou a mesma estratégia Haddad (PT): desconstruir Russomano no horário gratuito.

Sonho petista – Em má situação na maioria das capitais, o PT voltou a sonha com um segundo turno em São Paulo, com Serra em terceiro. (Coluna de Cláudio Humberto)

Notícias Relacionadas