Integrantes da New Hit vão contininuar na cadeia

Os responsáveis devem ser punidos, não há dúvida. E é preciso identificá-los todos a partir das provas materiais e dos testemunhos dos envolvidos.
Salvador – A Justiça negou o pedido o relaxamento da prisão ou liberdade provisóriados presos, feito pelo advogado Kléber Machado. Os integrantes da New Hit foram transferidos da Delegacia de Ruy Barbosa para o presídio de Feira de Santana, segundo informações do delegado da unidade, Marcelo Cavalcanti.

Foi Estuprada por 10 homens – A coordenadora de polícia de Itaberaba, Maria Clécia, informou que as mães das meninas disseram, em depoimento, que elas têm sido ameaçadas e estão amedrontadas com toda a situação. A 12ª Coordenadoria de Polícia de Itaberaba é responsável pela delegacia de Ruy Barbosa, e foi na unidade de Itaberaba que as mães das meninas prestaram queixa na tarde de quarta-feira.

No departamento de Polícia Técnica de Feira de Santana, cidade localizada a cerca de 110 km de Salvador, uma das meninas contou como tudo aconteceu. “A gente pediu para o produtor da banda para irmos para o trio para tirarmos foto com eles. Quando a gente chegou em cima do trio, eles falaram que não dava para tirar foto lá, porque era muita gente, que era para irmos para dentro do ônibus. Quando a gente chegou dentro do ônibus, eles falaram que era para irmos para o fundo do ônibus porque lá tinha mais luz. Quando chegamos no fundo do ônibus, dois deles já me empurraram para dentro do banheiro, levantaram minha saia e já começaram a praticar o ato sexual. Eu pedia para eles pararem, para eles me deixarem ir embora. Eles tamparam minha boca e começaram a me bater, para não deixar eu sair. Dez homens me estupraram, entravam de dois em dois”, disse.

Leia Mais sobre o caso New Hit:

Notícias Relacionadas

1 Comentário

  1. cauê

    Este grupinho de pagode (ou seria grupinho de marginais?) reflete muito bem o que este estilo de música significa e carrega em suas letras: com apologia às drogas, ao crime e às peversões que corrompem a nossa sociedade. E a mídia é co-autora do crime, pois divulgam suas músicas como se fossem poesias para se ouvir na hora do almoço, em reunião com a família, ou mesmo em festinhas de crianças. As letras do “pagode baiano” são uma alusão à tudo aquilo de mal que combatemos e os bons custumes preconiza numa sociedade. O mal tem que ser combatido.

Comentários estão suspensos