Ponte Preta vence de virada e afunda o Atlético-PR

Campinas (SP) – Ponte Preta e Atlético-GO se enfrentaram neste domingo (2) em partida válida pelo Campeonato Brasileiro, e de virada, a Macaca venceu em casa por 3 a 1.

A equipe campineira foi a 27 pontos com o resultado, dando um salto na classificação e se afastando da zona de rebaixamento, onde está o Dragão, com 16, na penúltima posição.

Danilinho bateu falta no começo da partida e mandou por cima do gol. A Ponte respondeu também com lance de bola parada, onde Ricardinho acertou na barreira. Aos seis minutos, João Paulo partiu pela esquerda e cruzou para Cicinho completar, mas a zaga do Dragão fez o desvio.

Luan tentou o chute e Márcio conseguiu a defesa. O Atlético respondeu logo depois, quando Diego Giaretta aproveitou sobra na área e mandou a bola para o fundo das redes, abrindo o placar.

Danilinho lançou Patric sozinho no meio-campo, mas o atacante do Atlético bateu para o lado de fora da rede na hora da finalização. João Paulo, pela Macaca, cruzou rasteiro para Luan, mas Márcio chegou antes e defendeu. Aos 13, Ferrón deu um toque na bola de frente para o gol e ela foi pela linha de fundo.

Aos 17, nova chegada atleticana, com Danilinho pela esquerda. Ele bateu de frente para Edson Bastos, com o goleiro da Ponte Preta defendendo, e Baraka evitando a conclusão no rebote. Luan tentou responder em jogada individual, com a bola passando em frente à meta de Márcio.

Luan pegou sobra da defesa aos 28 e bateu para o gol, mas a bola desviou em Patric e foi para fora. De falta, João Paulo tentou a bomba que ficou na barreira. Aos 32, Cicinho bateu da entrada da área e Márcio fez a defesa.

Cicinho fez a jogada para Tiago Alves cruzar para a área e o goleiro do Atlético saiu para a defesa. Luan foi lançado na área aos 39 e tentou o toque rasteiro no meio, com Diego Giaretta aparecendo para o corte. Aos 43, Giancarlo recebeu na área, mas acabou deixando para Marcinho arriscar e o goleiro do Dragão fez a defesa.

João Paulo tentou o lançamento no começo do segundo tempo, mas mandou para a defesa de Márcio. Com as entradas de Nikão e Renê Júnior após o intervalo, a Macaca foi para cima e teve chances, como a de Luan, que cabeceou para fora.

Danilinho bateu falta aos oito minutos e Edson Bastos tirou a bola da área de soco. Aos 12 minutos, a Macaca teve a oportunidade em jogada pela esquerda com Luan, que encarou a marcação e cruzou para a área, onde Giancarlo se posicionou para cabecear e empatar a partida.

Patric recebeu de Diogo Campos, em seu primeiro lance no jogo, e bateu para a defesa de Edson Bastos. Diogo Campos bateu de longe aos 16 e o goleiro da Ponte fez nova interferência para evitar o gol. Nikão, no minuto seguinte, cruzou para a área e Ferron não conseguiu colocar a cabeça na bola.

A Macaca seguia obtendo chances e Marcinho bateu falta aos 21 para as mãos de Márcio. No minuto seguinte, em outra tentativa na bola parada, Ferron acertou uma cabeçada e a bola foi direto para as redes, marcando a virada da Ponte.

Luan fez a jogada pela esquerda aos 24, fintou Pituca, partiu para a linha de fundo e cruzou, com o afastamento pela defesa do Atlético-GO. Ele novamente arriscou três minutos depois, sem obter sucesso. O Dragão apostava na pressão e a Macaca recuava para segurar o resultado.

Aos 39, a Ponte chegou ao terceiro gol. Após cobrança de falta, Renê Júnior cabeceou para a defesa de Edson Bastos. No rebote, Cléber bateu forte na bola e o goleiro do Dragão não conseguiu pegar.

Marcos acabou expulso aos 41 minutos após cometer falta em jogador da Ponte Preta. O Atlético passou a segurar o ataque da Macaca e buscar uma jogada para conseguir seu gol, mas quase tomou o quarto, quando Luan invadiu a área, tirou Gílson da jogada e chutou rasteiro para Márcio defender com dificuldade.

A Ponte Preta joga fora de casa contra o Flamengo na próxima rodada. O Atlético-GO também será visitante em seu próximo jogo, contra o Grêmio.

Ponte Preta 3 x 1 Atlético-GO

Local: Moisés Lucarelli, Campinas (SP);
Árbitro: Nielson Nogueira Dias (PE);
Assistentes: Marcelo Bertanha Barison (RS) e Ivan Carlos Bohn (PR);
Assistentes adicionais: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ) e Adriano Milczvski (PR);

Ponte Preta: Edson Bastos; Tiago Alves, Diego Sacoman (Nikão) e Ferron; Cicinho, Baraka, Ricardinho (Renê Júnior), Marcinho (Cléber) e João Paulo; Luan e Giancarlo
Técnico: Gilson Kleina.

Atlético (GO): Márcio; Marcos, Diego Giaretta, Gílson e Eron; Pituca, Marino, Ernandes e Wesley (Alexandre); Danilinho (Diogo Campos) e Patric
Técnico: Jairo Araújo

Gols: Diego Giaretta (ATLGO) aos 8 do primeiro tempo, Giancarlo (PON) aos 12, Ferron (PON) aos 22, Cléber (PON) aos 39 do segundo tempo

CA: Eron, Diego Giaretta, Pituca, Marino e Wesley (ATLGO); Luan e Tiago Alves (PON)

CV: Marcos (ATLGO)

Notícias Relacionadas