Novíssimo Chevrolet Spin chega ao mercado brasileiro

 Chevrolet Spin O Chevrolet Spin, um multi-purpose-vehicle, ou MPV, é o mais novo lançamento da Chevrolet para o mercado brasileiro . O novíssimo Chevrolet Spin foi totalmente desenhado, desenvolvido e produzido no Brasil, de parachoque a parachoque. Ele é fruto do trabalho do centro de desenvolvimento da GM do Brasil, localizado em São Caetano do Sul, São Paulo, um dos cinco centros de desenvolvimento que a empresa tem no mundo.

“Além de linhas imponentes e muito atraentes, o Spin impressiona pela versatilidade e pelo excelente espaço interno. Ele tem um interior que comporta cinco ou sete passageiros e oferece uma capacidade de porta-malas que pode chegar a até 1.668 litros. Certamente vai agradar os que têm família e aqueles que têm amigos e que gostam de aproveitar a vida”, afirma Grace Lieblein, presidente da General Motors do Brasil.

O Chevrolet Spin terá o início das vendas programado para o início do próximo mês de julho. No mercado brasileiro ele será vendido com o motor 1.8 Econo.Flex, com opções de transmissão manual e automática – esta última de seis velocidades – e em duas versões de equipamentos e acabamento: LT e LTZ. Além do mercado brasileiro, o Chevrolet Spin será comercializado em outros países da América do Sul, assim como na Ásia. A produção inicialmente será na fábrica de São Caetano do Sul, em São Paulo.

“Depois de lançarmos modelos de sucesso, como o Cobalt, Cruze, Cruze Sport6 e a picape S10, agora é a hora de nos voltarmos para um segmento que vem se tornando cada vez mais popular por aqui. Com um design diferenciado, muita versatilidade e uma excelente relação custo benefício, o Spin certamente será mais um case de sucesso da Chevrolet em 2012”, afirma Marcos Munhoz, vice-presidente da GM do Brasil.

Visual imponente

 Chevrolet Spin 2Com linhas musculosas, o Spin chega ao segmento com um visual imponente e com proporções únicas. É um modelo familiar com ares aventureiros, ideal para quem quer viajar, passear com a família ou simplesmente fazer uso cotidiano do veículo. Na dianteira, o Spin ostenta a tradicional grade bipartida da Chevrolet em conjunto com os faróis de linhas modernas e afiladas e de refletores aparentes, que reforçam uma personalidade e um visual únicos.

A lateral é bem marcada pelas linhas vistosas sobre os para-lamas, assim como o Cobalt. O visual mais robusto também é delineado pela linha de cintura mais alta. Já a traseira tem detalhes que mostram todo o refinamento do projeto e da construção do Spin. As lanternas têm superfícies especialmente desenhadas para trabalhar o fluxo de ar. Uma saliência faz com que a turbulência do ar passe longe das lanternas, evitando que as mesmas fiquem sujas e menos eficientes no caso de chuva. O aerofólio embutido na tampa traseira também foi desenhado para melhorar a penetração aerodinâmica do MPV.

“Temos a certeza que o design do Spin vai agradar a todos, onde quer que ele seja comercializado. No início do projeto, fizemos duas diferentes propostas de conceito que foram avaliadas isoladamente em cada um dos mercados em que o carro vai ser vendido. Depois disso, trabalhamos em cima do conceito vencedor, criando ainda cinco diferentes variações. Foi um trabalho exaustivo do time do design. Mas certamente premiado pelo resultado final do projeto”, afirma Carlos Barba, diretor executivo do departamento de Design da GM do Brasil.

Interior: um dos pontos altos do Spin

 Chevrolet Spin 3O interior do novo Chevrolet Spin é um capítulo à parte. Construído sobre um entre-eixos de 2.620 metros ele oferece espaço para até sete ocupantes na versão LTZ e para cinco na versão LT.

“Nossa diretriz ao desenhar o interior foi o uso eficiente do espaço. Tudo fica à mão no Chevrolet Spin. Desde os comandos do painel até os 32 porta-trecos que compõem o interior do modelo”, completa Barba.

A disposição dos bancos, por exemplo, é um claro exemplo de um interior diferenciado. No Spin LTZ, as três fileiras de banco estão dispostas em formato de teatro. Ou seja, a terceira fileira de bancos é mais alta que a central que, por sua vez é ligeiramente mais alta que a primeira, privilegiando o espaço e a visibilidade para qualquer um dos ocupantes.

O porta-malas do Spin tem grande capacidade carga. O MPV pode levar, por exemplo, uma bicicleta sem que ela seja desmontada no seu interior. Com sete ocupantes, sua capacidade de carga é de 162 litros. Com cinco, ela salta para 710 litros, podendo chegar até 1.668 litros, com os bancos da fileira central rebatidos.

No total, o Spin LTZ tem 23 diferentes combinações de posições de bancos. Chama a atenção o porta-luvas na parte superior do painel e também o espaço nas portas dos ocupantes que andam na frente, que comportam até uma garrafa de dois litros de água.

Além destes diferenciais, o interior do Spin agrada por oferecer – em todas as versões – um acabamento Premium. Colaboram para isso o painel em dois tons e o chamado “efeito jóia”, acabamentos prateados e cromados que se sobressaem e estão presentes nas maçanetas, no volante, nos botões do radio e do ar-condicionado, na alavanca de câmbio, no freio de mão e nas saídas de ar.

Para completar, o interior do Spin oferece tecnologia e modernidade. Ele tem, por exemplo, entrada USB para o rádio, computador de bordo e o painel combinando – como ocorre no Cobalt – itens analógicos (conta-giros) e digitais (velocímetro). Os mostradores do Spin contam com uma grafia exclusiva e utilizam a iluminação Ice Blue, presente em outros modelos da linha Chevrolet.

Duas opções de transmissão

 Chevrolet Spin 6O Chevrolet Spin vem equipado com um item inédito no segmento. Além da transmissão manual de cinco velocidades (F17 Geração 1.5) o MPV utilizará a caixa GF6, de seis marchas, já conhecida por equipar o Cruze e o Sonic.

A transmissão manual recebeu importantes melhorias para equipar o Spin. A primeira delas são os novos seletores de engate, que conferem menor esforço e maior precisão nas trocas de marcha. Ela conta também com sincronizadores triplos que permitem trocas mais esportivas e sem “arranhar” as marchas.

Já a transmissão GF6 – automática de seis marchas e que oferece trocas no modo sequencial – conta com o sistema adaptativo de trocas de marcha, módulo de controle integrado, que elimina cabos entre o módulo e a transmissão e também o freio motor, que mesmo quando o motorista alivia o pé do acelerador, mantem a marcha, dando a sensação de maior controle do veículo.

“Esta transmissão se adapta ao estilo de condução do motorista e conta com uma lógica de calibração que seleciona as marchas segundo a necessidade. Por exemplo, em uma descida, a transmissão reduz marchas para ajudar a segurar o carro, mesmo sem a intervenção do condutor. Em subidas, ela evita trocas desnecessárias de marcha, utilizando melhor a faixa de torque do motor”, afirma Paulo Riedel, diretor de Powertrain da GM do Brasil.

A transmissão ainda conta com o conversor de torque com embreagem EC3, que traz menor consumo de combustível e trocas de marchas mais suaves, graças a uma embreagem hidráulica interna ao conversor que se acopla a cobertura frontal, evitando o escorregamento do conjunto e aumentando a eficiência da transmissão.

LT e LTZ

 Chevrolet Spin 5Todas as versões saem bastante equipadas de fábrica. A LT, de entrada, tem ar-condicionado, direção hidráulica, ABS, EBD, duplo airbags, vidros e travas elétricas, ajuste de altura do banco do motorista e do volante, luz de seta auxiliar e rodas aro 15. O Spin LT ainda pode ser opcionalmente equipado com rodas de alumínio, rádio com CD Player, MP3 e Bluetooth, transmissão automática de seis marchas e controle automático de velocidade – popularmente conhecido como piloto automático.

A versão LTZ oferece todos os itens que a LT tem e ainda conta com a terceira fileira de bancos integrada, com rack de teto, computador de bordo, sensor de estacionamento e controles no volante. Opcionalmente ela pode ser equipada também com a transmissão automática de seis marchas e com o controle automático de velocidade.

Para os que querem ir ainda mais longe e personalizar seu veículo, a Chevrolet ainda oferece uma gama de acessórios para o Spin, que vão desde ponteira cromada do escapamento até os frisos laterais pintados na cor da carroceria. Tem também o farol de neblina (para a LT apenas), tapetes em carpete para passageiros, protetores de plástico para os para-choques dianteiro e traseiro e também telas de 7’de DVD para os encostos de cabeças traseiros.

O Chevrolet Spin será comercializado nos mais de 600 pontos de vendas e serviços e assistência técnica da Chevrolet no Brasil em oito diferentes cores: Branco Summit, Preto Global, Bege Desert, Azul Macaw, Prata Polaris, Cinza Mond, Cinza Rusk e Verde Lotus.

Veja os preços das versões

Modelo Versão Preço
Chevrolet Spin LT manual (pacote 1) R$ 44.590
Chevrolet Spin LT manual (pacote 2) R$ 45.990 (rodas de liga leve e Bluetooth)
Chevrolet Spin LT automática (pacote 3) R$ 49.690
Chevrolet Spin LTZ manual (pacote 1) R$ 50.990
Chevrolet Spin LTZ automática (pacote 2) R$ 54.690

Notícias Relacionadas

12 Comentários

  1. Francisco machado

    muito bonito vai ser o novo carro da praça ;só falta o gps com dvd mais esta aprovado

  2. Márcio

    Fui a uma concessionária Novo Rumo e já adiantaram que a TOP de linha custará R$60.000,00. Este carro não justifica cobrança de ágio. Esperem alguns meses e comprarão com desconto, como ocorre hoje com o Cruze, com valores até R$10.000,00 abaixo da tabela.

  3. Cezar

    O díficil não é comprar um carro desses,o que mata é os 4% do valor do IPVA,mais seguro, todo ano,isso é um absurdo.

  4. Mauro

    Quanto a GMB está pagando de jabá pra falarem bem desse carro!? A imprensa especializada vive dando um jeitinho de colocar panos quentes pra não ficar “de mal” com as fábricas no Brasil, não acontece só com a GM, eu já vi esse “pisando em ovos” com todos os lançamentos, o carro é feio (parece que a lataria tá toda amassada), caro, inseguro (centro de gravidade muito alto), pobre de acabamento (projeto “low cost”, uso de materiais baratos pra reduzir custos de produção), chapa fina, motor antigo e gastão …etc. etc. etc…., em resumo, não vale o que vão cobrar.

  5. frederico alberto

    Que carro medonho !!! CARRO DE FUNERÁRIA !!!! Como alguém tem coragem de comprar um carro desses ? Eu teria vergonha de andar numa carroça dessas. Muito feio mesmo !! Quem comprar vai se casar com o carro, pois vai ser ruim de revender, vide renault Kangoo… Vai ser o Mico do ano.. Pela madrugada, os caras estavam doidões quando desenharam esse carro.

  6. Wilson

    Bonito e preço bom estes comentarios acima e porque nao podem comprar um destes ai ficam falando besteiras.
    E um carro pequeno e com muito espaço parabens GM.

  7. João Bosco

    Não achei o Spin feio não. Pode não ter uma traseira elegante mas feio não é. Tem bons preços e opção de 7 lugares e de câmbio automático de 6 marchas pelo preço de automatizado de outras montadoras. Falem mal de veículos GM e continuem tocando gol, fox, pálio adventure na plataforma de pálio, etc. Já comprei um Cruze LT automático, o carro da GM mais vendido no mundo (mais de 70 países). A GM deu a volta por cima e está preocupando os vendedores de outras marcas, por isso falam besteiras dos veículos GM.

  8. José Marcos

    O carro tem bons preços e muitos opcionais. Parabéns GM por lançar tantas novidades neste ano. Vem em breve o Trax, Onix, Trailblazer.

  9. nelson

    lindo carro,tenho um vectra elegance 2011 e vou trocar assim que chegar aqui no interior de Canta Catarina (canoinhas )

  10. mairton

    acabei de comprar um..muito bonito.elegante e espaçoso..só to meio com medo é do consumo que não achei nenhuma informação sobre consumo com gasolina, mas com etanol se for verdade que faz 7,6 na cidade, com gasolina deve ser maior com condizendo com carro.

Comentários estão suspensos