Com gol e expulsão de Emerson, Corinthians bate Santos: 1 a 0

Ganso voltou ao time santista após a cirurgia (Foto: Santos FC/Divulgação)
Santos (SP – No primeiro duelo entre Santos e Corinthians pelas semifinais da Taça Libertadores da América, na noite desta quarta-feira (13), na Vila Belmiro, o Corinthians derrotou o Santos por 1 a 0, conquistando vantagem para a partida de volta.

Com a vitória, o time do Parque São Jorge joga por um empate na partida de volta para chegar pela primeira vez à grande final da Taça Libertadores.

O Corinthians começou a partida valorizando a posse de bola e tentando acuar o Santos no campo de defesa. Contando com o retorno de PH Ganso, o time da Vila Belmiro conseguiu equilibrar a partida e criou boa chance na bola parada. Aos oito minutos, Elano cobrou falta da entrada da área e Cássio defendeu com segurança.

A resposta corintiana veio aos 14, no arremate de Emerson de fora da área que passou à esquerda do gol. Aos 27, o Corinthians abriu o placar. Após boa troca de passes no ataque, Emerson recebeu de Paulinho, ajeitou e bateu no ângulo de Rafael para colocar o Timão em vantagem na Vila Belmiro.

O gol abateu o Santos, que passou a errar muitos passes e chegar pouco ao gol de Cássio. No final do primeiro tempo, aos 43, Adriano fez boa jogada pela esquerda e tocou para Juan, que serviu Elano dentro da pequena área, mas o arremate foi em cima de Fábio Santos.

O Santos voltou para o segundo tempo com Borges no lugar de Elano. Logo aos quatro minutos, a alteração de Muricy Ramalho quase surtiu efeito. Juan recebeu de Ganso e tocou para Borges, que bateu no cantinho para ótima defesa do goleiro corintiano. Dois minutos depois, Durval quase empatou a partida, mas Cássio novamente salvou o Timão, espalmando para escanteio.

A pressão santista seguiu e, aos 10, Borges cabeceou no alto para outra grande intervenção de Cássio. Em seguida, num rápido contra-ataque, Emerson teve grande chance para ampliar para o time do Parque São Jorge, mas Durval conseguiu fazer o corte. O jogo ficou quente e o Corinthians ficou com um jogador a menos aos 32, com a expulsão de Emerson por falta dura em Neymar.

No minuto seguinte, após bate-rebate na área, Juan ficou com a sobra e soltou uma bomba para brilhante defesa de Cássio. Aos 36, num contra-ataque do Corinthians, houve queda de energia na Vila Belmiro, deixando a partida paralisada. No reinício do jogo, o Santos partiu para o tudo ou nada, mas o Timão soube administrar a vantagem e saiu de campo com a vitória.

As duas equipes voltam a se enfrentar na próxima quarta-feira (20), no Pacaembu, para decidirem quem representará o Brasil na grande decisão da competição intercontinental.

Notícias Relacionadas