Capa » Blogs » Blog do JM » PT orienta deputados a atacar ministros na CPI do Cachoeira

PT orienta deputados a atacar ministros na CPI do Cachoeira

CLÁUDIO HUMBERTO

Reportagem de Veja desta semana revela a existência de um documento, que teria sido preparado por petistas, para guiar as ações dos companheiros que integram a CPI mista do Cachoeira, com uma lista de alvos preferenciais do PT, entre eles Gilmar Mendes, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), e Roberto Gurgel, procurador-geral da República.

Segundo a publicação, os alvos do guia de ação são os oposicionistas, a imprensa e membros do Judiciário que, de alguma forma, contribuíram ou ainda podem contribuir para que o mensalão seja julgado.

Conforme a revista, o documento foca em especial Gilmar Mendes, a quem Lula teria tentado constranger, sem sucesso, para adiar o julgamento do mensalão. Seriam dedicados a Mendes quatro tópicos: ‘O processo da Celg no STF’, ‘Satiagraha, Fundos de Pensão, Protógenes’, ‘Filha de Gilmar Mendes’ e ‘Viagem a Berlim’.

O líder do PT na Câmara, Jilmar Tatto, nega a existência de qualquer documento orientando a atuação dos deputados. Tatto afirmou que os documentos assinados pela liderança do PT são assinados por ele e, por isso, reiterou que não existe qualquer orientação. (Coluna de Cláudio Humberto)