Negócios imobiliários de Jaques Wagner intrigam a Bahia

CLÁUDIO HUMBERTO

Após exigir publicamente explicações sobre o patrimônio de Palocci, o governador da Bahia, Jaques Wagner (PT), é que se vê obrigado agora a explicar seus negócios imobiliários. Ele mantinha segredo da compra de um apartamento de luxo no Corredor da Vitória, área valorizada de Salvador, mas a confirmou após notícia nesta coluna. O imóvel fica no prédio “Victory Tower” e Wagner diz ter pago apenas R$ 1,450 milhão.

Pernas curtas – A imobiliária Viva Real vende por R$ 2,1 milhões um apê no “Victory Tower” semelhante ao que teria custado só R$ 1,450 milhão a Wagner.

O comprador – Para viabilizar compra, Wagner diz ter vendido um apartamento dele na Federação por R$ 900 mil. O comprador foi o assessor Antonio Celso.

Ás nos negócios – Wagner é bom de negócio: sua declaração de bens na eleição de 2010 avaliou em R$ 150 mil o imóvel que ele diz ter vendido por R$ 900 mil.

Ele merece – Após pagar caro pelo imóvel do chefe, Antonio Celso foi indicado por ele, Jaques Wagner, à diretoria da Codeba, a Cia. Docas da Bahia. (Coluna de Cláudio Humberto)

Notícias Relacionadas